Páginas

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

rasif, mar que arrebenta

_
em 17 de dezembro de 2007, tive o privilégio de 'ouvir' o novo livro de contos do marcelino freire, rasif - mar que arrebenta, na casa da escritora ivana de arruda leite. mesmo estando apenas em folhas de papel a4, aquelas palavras já mostravam a que vinham. como bem disse eduardo de araújo teixeira, em resenha publicada no portal de literatura cronópios, cada palavra é ponderada, valendo sílaba a sílaba, aspirando a poemas. e não são quaisquer poemas. são poemas de amor. calma. também não são quaisquer poeminhas de amor. basta prestar atenção na definição de amor dada por marcelino em um dos contos: amor que liberta. meu irmão. amor que sobe. desce o morro. amor que toma a praça. amor que de repente nos assalta. sem explicação. amor salvador. cristo mesmo quem nos ensinou. se não houver sangue. meu filho. não é amor. compreendeu agora? pois é. e amanhã, 14 de agosto, é o lançamento oficial do livro em são paulo, lá no b_arco, a partir das 19h. no recife, a festa é no dia 29 de agosto, na livraria cultura, às 17h.
_
marcelino, com os originais de rasif
_
convite de lançamento do rasif
_
marcelino e manu maltez, o ilustrador de rasif
_
é amanhã o lançamento do novo livro de contos do marcelino freire.
é amanhã o lançamento do (ótimo) novo livro de contos do marcelino freire.
é amanhã o lançamento do (imperdível) novo livro de contos do marcelino freire.
é amanhã o lançamento do (emocionante) novo livro de de contos do marcelino freire.
LEIAM!
.
.
.

2 comentários:

Juliana Cruz disse...

o marcelino é gente boa. gostei de te-lo conhecido.

boa sorte pra ele!

Anônimo disse...

Adorei, e obrigado pela força ao rever a resenha. Nem tem como não agradecer! E você estava certo, o livro é otimo. Esse negócio que escrevi de "ser um livro de amor" tirei do que você me disse. Só falta você escrever mais.


Abço

Edu