Páginas

terça-feira, 12 de agosto de 2008

o público, de federico garcía lorca

.
federico
_
"estou apaixonada pelo lorca. que lorca, o garcia? é o garcia lorca. ah, eu também gosto dele, acho bacanas as poesias que escreve e ach... NÃO, você não entendeu, eu es-tou a-pai-xo-na-da pelo lorca, quero casar com ele, entende? tá bom, então."

foi depois deste diálogo com uma prima há uns dez anos, que comecei a querer saber mais sobre garcia lorca. quem seria este cara que fez com que ela se apaixonasse tão loucamente, a ponto de esquecer que ele... já estava morto. nessa busca, me deparei com um texto um tanto louco: 'o público'.

pra falar a verdade, naquela época não gostei muito. que interesse haveria numa história em que o diretor de romeu e julieta prende uma personagem (julieta) e a troca por um adolescente por quem é apaixonado? pois é. o diretor esconde a julieta verdadeira e coloca um garoto para interpretá-la. depois o público descobre a farsa e....


bom, uma década depois estou no teatro fábrica assistindo ao grupo xpto nesta montagem, dirigida por osvaldo gabrieli.

'o público' não é uma peça fácil. há muita poesia emaranhada a diálogos desconexos, cheios de múltiplos sentidos e inúmeras possibilidades de interpretação.

confesso que achei boba a sinopse e, pior ainda, uma crítica tola num destes jornais famosos. acho que quem escreveu nem foi ver a peça. não que eu tenha entendido tudo, mesmo porque acho impossível alguém sair de lá tendo entendido tudo. (afinal é lorca, é surreal)

mas é isso... não é pra entender. essa é uma daquelas peças que você fica dias pensando e que faz você repensar o papel do teatro e outros valores na sociedade, mas sem ser panfletário. repito, não é um texto gostoso, leve. é pancada toda hora. é confuso e, ao mesmo tempo, apenas um retrato da hipocrisia dos nossos dias.


nota by wikipedia: [XPTO, ou X.P.T.O. (pron. "xis ó") é uma abreviatura da palavra grega "Χριστός" ("Christós" = Cristo)]
.
.
.

3 comentários:

[denise abramo] disse...

eu conheço o outro gabriel, o garcia marquez. o lorca ainda não tive o prazer. mas tá na fila.

=)

.lucas guedes disse...

mas na verdade este não é gabriel, é federico. e ele disse que será uma prazer em conhecer você, denise.

Mayra Berto Massuda disse...

este texto do lorca eh sensacional... me apaixonei tb por ele assim q assisti a peça do XPTO, em Araraquara... peguei a peça original em espanhol e li... é meta-teatro puro... mto bom.. mto bom mesmo... sem comparações... recomendo... a peça e o grupo que teve atuação fantástica!!!