Páginas

quinta-feira, 14 de maio de 2009

blooks - tribos e letras na rede


"seja bem-vindo à BLOOKS, o acesso a tudo. o excesso de tudo"

xico sá, ana paula maia, joão paulo cuenca, samir mesquita e público

e aconteceu ontem, no sesc pinheiros (sp), o debate-papo LITERATURA SEM PAPEL, parte do projeto interativo blooks - tribos e letras na rede, com a participação dos escritores joão paulo cuenca, ana paula maia e samir mesquita e mediação de xico sá. sob curadoria de heloisa buarque de hollanda, a proposta do evento é, entre outras coisas, mostrar a interação entre literatura e internet e suas várias possibilidades de intercâmbio.

no evento, além de falarmos de blog, twitter, orkut, msn e afins,  foi discutida a 'transformação' da literatura que, como várias outras ‘artes’, apropria-se do ciberespaço à medida que aumenta a cada dia a quantidade de livros disponibilizados para download e surgem novas revistas digitais e blogs com textos literários de poesia e prosa, criando uma nova forma de ler, escrever e interagir. neste sentido, a internet é só (mais) um meio apropriado pela literatura e por outras artes e não um novo gênero literário.

a exposição blooks também traz videos e todo um aparato tecnológico pra mostrar que é a literatura não vai sucumbir em detrimento da internet e das novas tecnologias de informação, por isso recomendo a visita ao sesc e participação nas oficinas e debates deste evento que, muito mais que discutir as teorias conspiratórias sobre o fim do livro impresso, busca melhor compreensão deste fenômeno. 

ah, o evento foi tão bacana que resolvi criar o blog LITERATURA SEM PAPEL. lá pretendo postar textos e tudo que tenha relação com essas novas formas de veicular e expressar a literatura, mas lembro: pra mim, literatura é literatura. ponto.  pode até ser influenciada pelo meio, mas o meio não é a linguagem...


blooks - tribos e letras na rede
06 de maio a 28 de junho de 2009
sesc pinheiros - rua paes leme, 195 - pinheiros - sp
www.sesc.org.br
3095-9400
.
.
.

7 comentários:

Lubi disse...

você e seus textos fazendo com que me arrependa de não ir nos 'eventos bacana'.

lucas, lucas...

Conrado Falbo disse...

a literatura sem papel é tão antiga quanto o próprio ser humano: muito antes de inventarem o papel, e depois os livros, as pessoas já contavam (e cantavam) histórias, poemas, sagas...

agora, palavra de leitor: livros virtuais cansam meus olhos míopes... prefiro a leitura-abraço que só os livros me oferecem...

.lucas guedes disse...

conrado, falamos disso ontem! tem toda a razão. o papel é APENAS MAIS UM veículo. sem contar que o livro em formato que temos hoje (codex) é recente se considerarmos a história humana. antes teve o pergaminho, as inscrições em paredes, a literatura oral, enfim.

como um cara disse ontem, será que quando foram mudar do pergaminho para o codex, as pessoas discutiam o fim do livro ou então se imprimirmos livro em páginas, isso atrapalharia a narrativa?

pensemos!

.

Cleyton disse...

Luquinhas, que massa! O Samir é genial. Tenho o "Dois palitos" dele. Conhece? Se não, compre na Cultura, vale muito a pena. Ou então espere que quando for em Sampa te dou de presente.

Mauro Paz disse...

Olá, Lucas.

Bacana essa discussão. Tenho alguns texto sobre no meu blog (www.mauropaz.com.br) e no Portal dos artistas Gaúchos (http://www.artistasgauchos.com.br). Fará alguma das ofcinas?

Abraço,

Hiago Rodrigues Reis de Queirós disse...

Poxa... só faltou eu nessa!...
quando terá apróxima reunião, Lucas?

...me diga que eu vou, é em SP, mesmo né?

já conhece o site da turma:

www.hiagorrdequeiros.webnode.com/acervo

.lucas guedes disse...

mauro, não terei tempo de fazer as oficinas, infelizmente, mas peguei teus contatos.

hiago, tem a programação neste link que coloquei no post. o evento acontece até dia 28/06 e os debates são de quarta-feira!

eu tenho os palitos, cleyton, obrigado :-)

abraços.