Páginas

quinta-feira, 23 de abril de 2009

não vou devolver caetano

.
caetano chegou pra mim como um presente, mas daqueles presentes que às vezes vemos em comédias românticas [os quais se tem vontade de colocar numa caixa e devolver a quem deu, pra que se dissipe qualquer lembrança, boa ou ruim] tal é a força que suas músicas exercem. não falo de um presente palpável, um disco físico que a gente põe [punha] pra tocar no disc player. falo da essência de caetano. do personagem-homem de verdade. do músico.

daquele que aprendi a gostar depois de (uma) transa. mas eis que de repente, após ouvir zii e zie, seu novo álbum, não-sei-porque me vem uma raiva deste puto, da sua sagacidade, inteligência, sinceridade, habilidade com palavras, sons e ritmos, esse ar orgulhoso e soberbo que só ele tem e que parece desaparecer aqui, dando mais espaço pra banda aparecer. não é caetano e banda, mas a banda que tem caetano como vocalista, entende a diferença? um caetano carioca, da lapa, que não tem medo de cantar a cidade (os bairros cariocas aparecem em várias músicas).

mas caetano nunca foi meu e, mesmo se fosse, é grande demais pra caber numa caixa.

por isso, não vou devolver caetano.

e face à minha ignorância perante discos anteriores do rei, receio analisar este delicioso zii e zie, quiçá compará-lo aos mais antigos. resolvi então citar, música a música, sem pretensão nenhuma de fazer crítica e escrever, resumidamente, as primeiras impressões que estas me causaram ou apenas o trecho que mais me chamou atenção. 
____________________________________________________________________________

FALSO LEBLON
até então, a que mais gostei. linda, não deu pra escutar só uma vez.

'quanta tristeza guardada na cara da moça bonita que dói, francisco alves, seu jorge, os hermanos, já foi...'

PERDEU
as guitarras no começo remetem, como numa sequencia, ao disco anterior, cê. música boa.

'ganhou, reganhou, bateu, levou, mamãe, perdeu, perdeu...'

A COR AMARELA
tema de novela das 6. axé. ou vai dizer que não? sim, axé a la ivete sangalo e cláudia leite.

'que onda que dá, que bunda, que bunda...'

BASE DE GUANTÁNAMO
adorei esta música séria que rima americano com humano com cubano. e tem apenas duas frases.

'o fato dos americanos desrespeitarem os direitos humanos em solo cubano é por demais forte simbolicamente para eu não me abalar'

INCOMPATIBILIDADE DE GÊNIOS

'se eu tô devendo dinheiro e vem um me cobrar, a peste abre a porta e ainda manda sentar'

INGENUIDADE
samba bonito e ressentido. marchinha de arrependimento e ao mesmo tempo declaração de amor.

'eu não reclamo o que ela fez, só condeno a mim mesmo por ter me enganado outra vez...'

LAPA
amo o jeito com que caetano cita coisas, pessoas e lugares, semi-homenagens. e lembro que das 4 vezes que fui ao rio, não fui à lapa.

'quem projetaria essa elegância solta, essa alegria, essa moça-vanguarda, essa rapaz gostoso que é a lapa...'

MENINA DA RIA

gostei do título.

'é sexo sem sexo em nós dois'

POR QUEM?

'blush em minha fronha, quem deixa esse cheiro bom assim? músculo que sonha, vem...'

SEM CAIS

'quem me dera eu poder me dar todo a essa que eu nunca vi'

LOBÃO TEM RAZÃO

'mais vale um lobão do que um leão, meto um sincerão...'

TARADO NI VOCÊ

'deixa eu gostar de você'
.
.
.

6 comentários:

.leticia santinon disse...

Gostei da frase da primeira, porque fala de tristeza que dói, eu acho que sentimentos doem fisicamente.

.lucas disse...

engraçado você dizer isso, bem agora que acabo de chegar do hospital, depois de 3 horas tomando soro.

Lubi disse...

quando eu te perguntei sobre suas impressões sobre o zii e zie e você disse que não tinha se apaixonado, sabia que não ia demorar muito tempo para.

Zeca Bral disse...

Olha, ando numa fase caetano tb, viu? Baixei bastante coisa dele nos ultimos tempos atraves do Sombarato.org e ouvindo "Cê" me impressionei com a capacidade de reinvenção deste cara! Zii e Zie ainda estou digerindo, mas acho q posso citar que me impressionei mais com o anterior mesmo.

Ah, e conhecer a Lapa no reveillon e passar por lá no carnaval deu um respaldo pra música deste novo disco. Sensacional! ;)

Avante!
Abracao,
Zeca Bral

Juliana Cruz disse...

primeiro: seu blog ta pesado de-mais! rola aliviar não?

segundo: lobão tem razão. adorei...rs

Eduardo Araújo disse...

A "não-crítica" foi tão boa, bonita e bem escrita que eu fiquei com vontade de ouvir de verdade.