Páginas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

ha mais de uma maneira de se usar um cachecol

estou achando meu blogue chato.

nao posso reclamar das visitas, pois sao muitas para um blogue como este, mas sei lah, nao sei se deveria enche-lo com essas experiencias banais aqui em londres. na verdade soh estou blogando estas coisas para atualizar os amigos e a familia que sempre ficam curiosos e querem saber como andam as coisas por aqui, ja que nao posso ligar todos os dias...

mas se ainda tiver alguem aih, saiba que aqui estah muito frio, muito mesmo e uma das coisas importantes que aprendi eh que da pra usar o cachecol de varias formas, nao soh jogando em volta do pescoco...

ateh pra pegar na camera pra tirar fotos dah preguica...

como disse, vou falar um pouco como foi minha chegada aqui... no blogue vou colocar apenas um resumo, pois como sabem, gosto muito de diarios e estou escrevendo um caderno... quase um livro, mas enfim...

no aviao
ouvi musica o tempo todo... muito fado.... muito. entao nao pude deixar de lembrar dos amigos que ha uns 15 anos estao para terminar um documentario sobre este estilo de musica e ateh agora NADA. espero chegar ao brasil e ver logo este filme...

comi bem... macarrao, frango, uns molhos esquisitos, vinho portugues, etc

tirando as turbulencias, tudo muito bom. na radio interna ouvi tom jobim, bethania, uns portugueses engracados (nao existe apenas fado em portugal)

de portugal para londres o voo foi bem divertido. foram soh duas horas, mas quando sobrevoei a franca fiquei emocionado. sei lah, achei tao bonito, mesmo de longe.

imigracao
na tao temida imigracao foi super rapido. acho que o agente foi com minha cara. soh perguntou o que eu estava fazendo ali, porque londres e nao outra cidade, quanto dinheiro eu tinha, minha profissao, essas coisas...

carimbou o visto de 6 meses e fui pegar as bagagens (e ae voces ja sabem o que aconteceu)

aeroporto
meu amigo ivan foi me buscar e preciso agradecer muito a forca dele por aqui. almocei na casa dele e foi ele quem me emprestou as roupas.

casa de familia
devidamente almocado, precisava achar a casa da host family, que era proxima do centro de londres. ligamos na casa do moca, que explicou direitinho como chegar lah. nao adiantou muito e nos perdemos nuns becos sinistros.

mas chegamos lah e foi muito estranho. eh tipo num condominio fechado, soh que aberto. me lembra a vila do CHAVES. e a casa que fico eh a casa do seu madruga, soh pra ilustrar... rs...

meu quarto eh bem grande, tem um banheiro legal, uma banheira (ontem fiquei horas na banheira... mentira). uma casa normal.

a dona da casa eh costureira e tem uma filha, que estuda teatro.

escola
primeiro dia de aula eh um saco. ODEIO. mas tinha que ir, entao fui. sabe aqueles filmes em que o aluno atrapalhado chega atrasado e tem que se apresentar a classe? foi bem assim.

a professora disse:

`temos um novo aluno, vamos dar as boas-vindas...`

jesus, que vergonha, ainda enrosquei minha mochila na porta, tropecei na cadeira, um caos. nao gostei muito dos alunos, mas quem sabe ateh o fim do curso eu nao me acostume, neh?

teste
precisei fazer um teste de nivel de ingles e de 50 questoes, acertei 46. nada mal, neh.

colegas
conheci pessoas legais. o sully, americano e a amy, inglesa. tem um coreano tambem, mas nao lembro o nome dele, acho que eh `ho`. conheci uns brasileiros tambem. uma faz letras na usp e outra psicologia. marcamos de sair, vamos num grupo de 8 a um pub chamado st. martin (ou st. katherine, nao lembro).

***

eh isso.

6 comentários:

disse...

Pára de frescura. O blog não está chato coisa nenhuma. E sua família e amigos esperam notícias diariamente, seu blog está muito bom. Como o Edu disse, vamos acompanhar que nem novela...hehehe...ao contrário dele, eu não gosto de novelas, mas gosto do protagonista dessa, então vale a pena.

É legal saber que você está se divertindo mesmo com tanto frio e alunos meio malas. Não há problema se não se acostumar até o final, é só um mês que você vai aproveitar muito. E vai passar rápido, por isso, nada de preguiça Lucas Guedes.

Aguardo notícias.

menina da lua* disse...

Nem falo nada...

Puro fricote.

Tenta ligar aqui em casa de noite.

Beijo e tudo de Bom.

Edu disse...

Este capítulo achei meio estranho, meio flashback, pq você já está aí e começou no desembarque. Quanto ao fado daí e daqui, juro que um dia sai. (Com a graça de Virge Crispin). Esperei para saber os múltiplos usos do cachecol, pensei em coisas eróticas (ahahhahahah), muito frustrante. Gostei da pitada de mistério: Lucas gostará dos amigos da classe até o final do ano? Ou seja, adoro saber notícias no formato "folhetim", por isso, para ser uma boa novela, seja menos "metalingüístico" e escreva mais, mas não faça disso uma obrigação que te desvie do prazer de curtir a viagem. Mas te digo, tou curioso e entro sempre para saber do próximo capítulo.

luca de oliveira. disse...

nunca comento, mas achei necessário falar que o blog não está chato. talvez pra quem não te conheça, vai saber...
nada mal no inglês, heim. fiquei com inveja do pub e suas cervejas. hunf... vou ficar aqui pela augusta mesmo com nossas skols e brahmas.

.lucas guedes disse...

ah, entao eu tenho umas cinco pessoas acompanhando essa novela...ok. entao vamos lah...

e nao eh fricote nao, sei lah, enfim...

vamos aos posts...

...

.
.
.

Juliana Cruz disse...

seis