Páginas

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

um cd, uma frase e um destaque (ou mais)


não é retrospectiva. também não são necessariamente dicas. são apenas alguns cds que ouvi nestes últimos dias e acho que são ótimos. antes que me peçam emprestado já vou dizendo. não tenho todos. uns comprei, outros ganhei, outros baixei, alguns eu só ouvi (pela net ou em livrarias por aí) e alguns foram prometidos e até agora, nada. mas fique aí com minha seleção de músicas que estou ouvindo, mas não leve muito a sério, pois eu mudo de gosto muito rapidamente. normalmente gosto do disco inteiro, mas sempre tem aquela que não sai da cabeça, então vou citar como destaque, ok?

orquestra imperial - carnaval só ano que vem



nina becker, thalma de freitas, nelson jacobina, cesar farias bodão, leo monteiro, wilson das neves, max sette, felipe pinaud, mauro zacharias, bidu cordeiro, moreno velloso e rodrigo amarante numa grande bagunça musical organizada. gostei desde a primeira vez que ouvi, mas só agora tem em cd.

destaques: supermercado do amor, de jorge mautner e ereção, de composição coletiva e rue de mes souvenirs, cantada por thalma.


***

maria bethânia - dentro do mar tem rio (duplo - ao vivo)



acreditem, é meu primeiro disco de bethânia (sentiu o sotaque? 'de bethânia...')
ganhei ontem e é o que estou ouvindo agora. as músicas deliciosas, mas o que me chamou atenção, por enquanto, foram os textos que ela recita.


destaques: a música debaixo d´água´, de arnaldo antunes e os textos: poesia, de antonio vieira, ultimatum, de alvaro de campos e as frases de guimarães rosa.




***


fernanda takai - onde brilhem os olhos teus





sempre gostei do pato fu. cheguei a montar um grupo para trocar correspondência sobre a banda, isso, quando eles tinham apenas um cd e eu, uns 14 anos. saí até na revista showbizz, é verdade... bom este cd tem fernanda cantando nara leão, então não há muito o que dizer. é de uma sensibilidade que assusta. é introspectivo. chega a ser triste, às vezes, mas muito bom.


destaque: diz que fui por aí, de zé ketti


***


nação zumbi - fome de tudo




me disseram que não, mas ainda acho o disco mais 'pesado' do grupo. gosto de todos os outros, pela mistura de ritmos nordestinos com o eletrônico e as guitarras e tal. e não é só barulho, tem muito conteúdo. é um tanto sombrio também, um lance meio mangue, meio sertão com letras mais reflexivas e menos panfletárias. prestenção nestes títulos: inferno, infeste, assustado, a culpa, no olimpo... viu? assustador...

destaques: inferno, fome de tudo e toda surdez será castigada



***


tem muitos outros, mas agora preciso realmente sair e não vai dar pra comentar, mas acho que dá pra postar umas fotos, quer dizer, acho que não, então se quiser saber mais, fuce na internet ou venha aqui mais tarde ou não ligue pra nada, mas tenho que ir, mas não quero ir, droga. fui.
.
.
.

Um comentário:

disse...

Desses cds eu já ouvi o da Fernanda e Nação Zumbi, ambos na internet (ainda não encontrei no emule).
O da Fernanda é fofo, ficou bem bonito.
O do Nação Zumbi é excelente, desde que Chico Science faleceu, esse foi o álbum que mais gostei.