Páginas

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

EU, MESTRANDO!

dificilmente eu falo aqui no blog sobre os cursos que faço. talvez devia ter falado mais sobre a especialização em mídia, informação e cultura lá na usp (concluída em 2009) ou sobre as aulas de jornalismo cultural na cásper (que terminam, infelizmente, em duas semanas). nem lembro se falei da pós em história na puc-sp (incompleta) ou de teatro no macunaíma, muito menos da história do documentário também na usp. provavelmente eu também não contei do curso de crítica de cinema no espaço unibanco ou do de economia no sindicato dos jornalistas. então, já que não falei de nada, nem vou falar sobre o curso de projetos culturais na ação educativa, de roteiro para cinema e de contos da casa das rosas.

isso sem contar os seminários, congressos, oficinas, fóruns, palestras...

mas já que comecei a falar, aproveito pra compartilhar uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido nos últimos tempos:

FUI APROVADO NO MESTRADO DA UNICAMP!

não sei se era um sonho ou então uma meta, mas confesso que já estava perdendo as esperanças. já tinha tentado uma vez lá e o projeto nem sequer passou da primeira fase. antes tinha tentado duas vezes em outra faculdade mas, as usual, eu morria sempre na segunda fase.

desta vez foi diferente. reformulei o projeto, estudei, li, troquei ideias. pedi opinião, entrevistei, concordei, discordei. escrevi, reescrevi, reeeeescrevi. participei de eventos mil e fui desde espectador a debatedor em eventos importantíssimos aqui no brasil. ou seja, não foi fácil.

e então resolvi tentar mais uma vez. e quem já tentou mestrado sabe do trampo que é. projeto pronto, documentação ok, leitura da bibliografia (quase) em dia. correio. a espera no site pra saber se a inscrição foi homologada. foi. milhares de trinta dias até a aprovação na primeira fase. aí vem a esperança e o medo.

dias depois, a divulgação das datas da prova de inglês e da entrevista.

#MEDO

ônibus rumo à campinas.

mochila cheia de livros e a cabeça cheia de questionamentos. será que desta vez vai?

carona gentilíssima até o campus da unicamp e aquele bendito texto de quatro páginas em inglês para interpretar e aquelas cinco perguntas medonhas. quatro horas de prova e a sensação de quase missão cumprida. cochilo nos pufes da biblioteca e decoro tudo que quero falar na entrevista do dia seguinte.

entrevista marcada para às onze. onze, meu número.

_lucas guedes?
_eu.
_pode entrar.

neste momento, tudo que decorei foi pro espaço. a primeira pergunta do entrevistador já me quebrou as pernas pois se referia a um assunto contido no meio do projeto. mas, como o assunto já estava fincado no meu cérebro, tudo fluiu muito bem. mesmo assim, ainda o medo de não passar. será que os outros candidatos eram melhores? será que eu deveria ter falado aquilo ou não ter usado aquela expressão? enfim.

almoço em campinas e volto pra casa. feliz por ter chegado pela primeira vez até o fim de um processo e muito, muito apreensivo. nunca acessei tanto um site quanto o da universidade. a cada minuto eu atualizava a página. poucas pessoas sabiam que eu tinha ido fazer a prova, mas todos torciam por mim. um dia, dois, três. o fim de semana inteiro pensando no resultado. o desânimo batendo à porta novamente.

será que não deu? será que vou ter que esperar MAIS UM ANO?

e eis que veio a resposta!

A-P-R-O-V-A-D-O

impossível descrever a sensação. quando divulguei no twitter, centenas de parabéns e votos de sucesso. em casa, choro sozinho. ligações e mais ligações. só eu sei o quanto foi punk chegar nesse momento.

que venham agora as novas crises, as novas reclamações, os novos desafios, novos erros e acertos. que venham os novos cursos, novas amizades, novo cotidiano, nova grama pra pisar e cama pra dormir. que venham as cobranças, os parabéns, os abraços. que venham as viagens semanais de cometa, as contas de celular, as contas de livros, as contas.

que venha o MESTRADO!

:-D

ps.: meu projeto consiste em analisar as revistas literárias na internet e tem como objeto de estudo principal o portal CRONÓPIOS.

ps.: obrigado a todos que participaram deste processo, pois seria impossível fazer tudo sozinho.

ps.: um beijo pra você que me chamou de incompetente.
.
.
.


13 comentários:

Conrado Falbo disse...

conselho de doutorando: aproveita a alegria da aprovação e COMEMORE MUITO porque, acredite, essa farra acaba logo e a pauleira que se segue é brabíssima! ah, e meus parabéns!!!! mestrado é ótimo pra repensar a vida toda da pessoa, com muitas citações de foucault, deleuze e todos esses teóricos que vocês da comunicação tanto amam! hehehehehe

Rafael Munduruca disse...

Só pra reforçar: PARABÉNS!!!

Anônimo disse...

Parabéns, baby.

Eduardo

FABI disse...

Parabéns Lucas!

Lai Paiva disse...

Parabéns nunca é demais! E boa sorte! = )

.lucas guedes disse...

Valeu pessoas!

marcia disse...

Voce merece! Parabéns!

Márcia Araújo

Mariana Campos disse...

Opa! Faz tempo que não passava por aqui, ja tinha dado os parabéns pelo twitter, mas li o post e me emocionei pela força e garra, vc merece mto querido! Vai ahazar na Unicamp! rsrs
Aliás, qdo vamos comemorar heim?
saudade! bjss

Eduardo Machado Santinon disse...

Parabéns miguxo!

paulete miletta. disse...

aaaaa, bonito. eu torço muito por você. :D

Cleyton Cabral disse...

Luquinhas, a gente nunca mais conversou. Eu nunca mais estive aqui. Mas uma coisa é certa: eu sempre torço por você. PARABÉNSSSSSSS!

Anônimo disse...

Vc é o cara. Amo vc.

Talita Guedes Bittioli disse...

Vc é o cara. Amo vc.

(Agora, consegui colocar meu nome. =/)