Páginas

terça-feira, 16 de junho de 2009

bubuia


[ficar de (ou na) bubuia, ao pé da letra, é deixar o corpo boiar na água. é também se jogar na vida, aproveitar os momentos, ficar sem fazer nada, abrir os braços pra felicidade e deixar que ela te conduza. e a cantora céu canta sempre de bubuia. seja com o grupo sonantes, com o projeto 3namassa, sozinha, enfim, este novo EP que ela lançou há poucos meses (cangote) segue a mesma malemolência do disco anterior. copio no blog porque esta música na voz da céu e da thalma de freitas é uma das coisas mais gostosas. e se, por causa deste frio, nem ouso pensar em me deixar boiar num rio, tentarei pelo menos ficar de bubuia pelos significados mais informais]




bubuia
anelis assumpção e thalma de freitas

Já que não estamos aqui só a passeio.
já que a vida enfim não é recreio.

Eu vou na bubuia, eu vou...

Flutuo, navegando sem tirar os pés do chão,
365 dias na missão...

Na bubuia eu vou...

Subo o rio no contra fluxo,
à margem da loucura,
na fé que a vida
após a morte continua.

eu vou na bubuia, eu vou...

Entoo uma toada em dia de noite escura,
na sequência, na cadência, na fissura...

Eu vou na bubuia, eu vou...

Eu vou suave, bebendo água na cuia.
Olho aberto, papo reto,
o peito como bússula.
Nenhum receio do lado negro da lua,
que me guia, na bubuia.

Eu vou na bubuia, eu vou...

O destino é o mar onde vou me desfazer,
contente a deslizar na correnteza do viver

Na bubuia eu vou...
Eu vou na bubuia, eu vou...

.
.
.

17 comentários:

Lubi disse...

preciso superar o bloqueio mental que tenho contra a céu.

paulete miletta. disse...

deliciosa. perfeita descrição.

.leticia santinon disse...

Gostei da musiquinha, estou rebolando agora.

Ana Guimarães disse...

Aaahhn, que linda!

Conrado Falbo disse...

isso é gíria de paulista, né? aqui na minha terra ninguém fica de bubuia não (pelo menos não que eu saiba)...

:o)

Conrado Falbo disse...

gosto das músicas, mas não do jeito de céu cantar. ela devia aprender com thalma de freitas a soltar a voz em vez de cantar pra dentro... assim não funciona...

Camilla para os menos íntimos... disse...

foi bom ter escutado essa música agora, ando passando por momentos de mudanças, readaptações ao meu próprio cotidiano e tomadas de decisões... sinto um grande medo e uma insegurança monstro, preciso mesmo é viver e ir na bubuia... tô muito encanada com tudo ao mesmo tempo... queria ser menos medrosa essa é a real.

Camilla para os menos íntimos... disse...

eu gosto da ceu, não é uma das minhas favoritas mas valeu, me fez pensar mais um poquinho, tudo é válido quando não se tem certeza de nada.

Juliana Cruz disse...

imaginei leticia rebolando e mijei. rs

enfim...nao sei boiar, logo, nao sou bosta. rá!
[momento piada infame is gone]

Eduardo Araújo disse...

No começo certa resistência a Céu, pois não gosto desses esquemas eletrônicos. Depois, muito atento ouvindo, tudo diferente, novo, renovado, com a voz posta de maneira exato na tradução de uma canção menos óbvia do que todas que canta para fora. Então, que belo é esse canto. Não gosto da Thalma, mas aqui ela está bem. Céu é maior, acima, ampla, com seu canto de sereia, bastante singular.

Lê " ) disse...

Céu é coisa linda!

Paulinha Fernandes disse...

eu não conhecia. nem a música, nem seu blog, nem vc. adorei. tudo.

ps. conheci vc por causa da tati do blog dos 30... adorei a ideia! 'fantastic'!

Cleyton disse...

linda.

Anônimo disse...

Amei descobrir essa música, tá a paixão desses dias.. ;> ;>

Anônimo disse...

Adorei descobrir essa música, tá a paixão desses dias.
Maria

CAROLCOYOTE disse...

INCRÍVEL... só ouço a música 3x ao dia hehe CÉU D+

Joice S disse...

Adoroooo a modernidade aliada a elegância da Céu.....quanto a Thalma de Freitas é a primeira vez que a vejo funcionar....e muito bem!!!