Páginas

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

país racista elege presidente negro

.

.

que os estados unidos são um país porco, racista, nojento e prepotente everybody knows. mas como eu já passei da fase pós-adolescente-rebelde que não comia no mcdonalds (mas usava all star vermelho cano alto), não tomava coca-cola (mas bebia sprite) e não assistia aos filmes hollywoodianos (mas via todos os desenhos feitos lá), posso falar deles de maneira mais isenta. além disso, sempre paguei pau pros países europeus, (seus filmes, literatura, música...) mas, se eu não estou tão ruim de história, foram os ingleses que invadiram as terras antes ocupadas por índios, num processo não menos violento que o dos portugueses do brasil.

comércio, liberdade religiosa, expansão territorial, enfim, vários motivos fizeram com que isso acontecesse, mas não vou me estender a explicar história porque pra isso (também) serve a escola né, minha gente? mas então... tudo isso pra falar que o barack obama é o primeiro presidente negro desse país racista. por ter raízes afro, tenho que admitir que fiquei feliz com esta 'conquista'. é um avanço imenso se levarmos em conta que até os anos 1960 havia leis, como as de jim crow, em que negros não podiam sentar nos ônibus, isso quando podiam entrar nos mesmos meios de transporte que os brancos. sem falar das escolas, ruas, restaurantes em que a convivência entre brancos e não brancos era impensável e o pior, o racismo era permitido por lei.

tá, agora você deve estar achando que eu odeio os eua, mas não, eu gosto muito deles. a questão não é essa. acho bacana o mundo comemorar a vitória do obama. eu, se estivesse lá votaria nele. o que acho estranho é ver tanta euforia dos brasileiros com a eleição de lá, enquanto os eleitores daqui mal sabem pra que serve um deputado, o poder legislativo, quem são os prefeitos da cidade vizinha. muitos de nós estamos acompanhando a eleição americana como um filme de hollywood, deslumbrados com a escolha de um superman que vai salvar o mundo do império do mal.

estamos todos falando que obama é o primeiro presidente negro do mundo, ops, dos estados unidos, mas sabemos quantos presidentes negros nós elegemos no brasil? sabemos quantas e quem são as prefeitas mulheres que lideram as cidades brasileiras? e sabemos do processo de aprovação de uma lei? e o regime político da china, da inglaterra, da áfrica do sul?

parabéns estados unidos da américa por elegerem um presidente negro depois de 219 anos de regime presidencialista!

já que o mundo inteiro segue (por imposição e até por opção) tudo que vem de lá, por que não seguir este exemplo?

e que este possa ser um passo importante para o fim do racismo, que mesmo não sendo mais permitido por lei, ainda está arraigado na sociedade.

.


imagem acima foi dica do @romani83

.

8 comentários:

Marcela Prado disse...

Eu torci pelo Obama, mas não por ele ser negro. Afinal, o Pitta é negro e o Evo é índio.

.leticia santinon disse...

Eu queria que o McCain ganhasse, afinal, ele iria abolir a taxa de importação sobre o etanol brasileiro.

Eduardo Machado Santinon disse...

Dizem que o Brasil tem uma relação melhor com presidente americano quando o mesmo é republicano, sei lá se é verdade mas eu torci pro Obama também, por muitos motivos que você comentou no texto, e o bom é que ele também teve a maioria no senado. E é uma merda a gente ás vezes dar mais importância pra eleição de lá do que as nossas, mas é que querendo ou não o que acontece lá ainda reflete aqui né. Abraço Lucas, com Deus véio.

Juliana Cruz disse...

entao...acho que uns 90% da populaçao brasileira tem raízes 'afro'... não acho que isso seja motivo o bastante pra ficar satisfeito pela vitória do cara com bronzeado angolando. fique contente pq, em suma, a proposta de governo dele era melhor que a do McCain!
rs

beeeeijo

marcela disse...

Nó. A Leticia queria o McCain ganhasse.
Porrada!Porrada!Porrada!

.lucas guedes disse...

é edu, o que reflete lá cai aqui com certeza... agora essa da letícia é a melhor... votar no mccain por causa da abolição da taxa de importação do etanol... ahahah... e gente, é óbvio que eu não votaria no obama só por ser negro né. só fiquei feliz por ser um avanço depois de 219 anos neste sistema.

e eu tava pensando, eles não são porcos nem nojentos, aliás, se o dollar baixar... NY que me aguarde em janeiro...

.

[denise abramo] disse...

exaaatamente: como um bom filme roliudiano, o bem venceu o mal...

agora seria bom que o mocinho organizasse finalmente a retirada das tropas americanas e o fim das intervenções no iraque, na palestina etc.etc. e no haiti, onde os descendentes dos escravos que fizeram a primeira revolução negra da história estão lá, sofrendo com as violências, assassinatos e estupros da "comissão de paz" da ONU.

::

Romani... disse...

que coisa feia.... roubou o desenho e não deu crédito hahahahahaha

te adicionei nos links do meu blog, beleza? se puder dar uma força pra quem está "começando", agradeço rs

abrazzos